Bolsonaro deve tentar receber prêmio em Dallas

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse nesta segunda-feira, 6, que o presidente Jair Bolsonaro deve ir a Dallas, nos Estados Unidos, na próxima semana, depois de cancelar participação em uma homenagem que receberia em Nova York, oferecida pela Câmara de Comércio Brasil-EUA.

A intenção é que Bolsonaro receba o prêmio de personalidade do ano na cidade localizada no Estado do Texas, mas a transferência do evento ainda depende de tratativas, informa o Terra.

“Ainda não está fechado isso. Há uma tentativa, uma conjugação, um colimar das atividades lá em Dallas, que estão a ser assentadas agora por meio das interlocuções, com aquela premiação que iria acontecer em Nova York”, disse Rêgo Barros.

A viagem deve ocorrer na mesma data prevista antes, entre 14 e 16 de maio. Bolsonaro, no entanto, vai se concentrar em um só Estado e não deverá ir mais a Miami, na Flórida.

Conforme o porta-voz, Bolsonaro recebeu um convite do prefeito de Dallas, Mike Rawlings, do partido Democrata, o mesmo do prefeito de Nova York, Bill de Blasio, que rechaçou o presidente.

O porta-voz afirmou que Bolsonaro foi convidado “a compartilhar o ambiente democrático tão salutar que são os Estados Unidos da América e que, eventualmente, algumas autoridades não sabem aproveitar e considerar diante de um presidente de Estado”.

O porta-voz afirmou que o presidente recebeu convites para atividades políticas em vários Estados, de autoridades e empresários. A agenda de encontros, porém, não foi detalhada.

Europa

O porta-voz confirmou ainda a intenção do presidente Bolsonaro de visitar países europeus como Itália, Polônia e Hungria, governados pela direita. A data da provável excursão presidencial, porém, ainda depende de acertos entre os ministérios das Relações Exteriores dos países.

“A questão de fechar a agenda depende dos acordos da chancelaria. Está no foco essa viagem a esses países provavelmente no segundo semestre”, disse o porta-voz. O chanceler Ernesto Araújo faz uma viagem aos países. Ele já havia visitado a Polônia no início do ano. No mês passado, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara, visitou os governantes da Itália e da Hungria. O chanceler e o deputado já estiveram com diplomatas desses países no Brasil.

07/05/2019
(Visited 1 times, 1 visits today)